Duzentos e quarenta profissionais inscritos, dois palestrantes de ponta e duas mesas de discussões com alguns dos nomes mais influentes em seus setores.   O  evento, alusivo ao Dia do médico veterinário- 09 de setembro-, foi definido como um “sucesso” pelos seus organizadores após ouvirem avaliações dos participantes. O 51º encontro foi um esforço do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado da Bahia, CRMV/BA, da Sociedade de Medicina Veterinária da Bahia, do Sindicato de médicos veterinários da Bahia, da Associação de clínicos veterinários de Pequenos Animais- Anclivepa-Bahia e do Núcleo de apoio ao Ensino, Pesquisa e Extensão da EMEVZ- UFBA,  NAEPEX.

“Todo mundo gostou de tudo:  palestras, encontro e  coquetel”, diz o MV Rodrigo Bittencourt, professor doutor da UFBA e curador técnico do evento.  Ele tem experiência em organização de eventos nacionais como membro da equipe de colaboradores do colégio brasileiro de reprodução animal.

O professor da UFBA  entrou na equipe organizadora a convite do MV Rafael Teixeira, conselheiro do CRMV/BA e coordenador geral do encontro, que avaliou o resultado como satisfatório e mobilizador.

O conselheiro do CRMV/BA,  MV Lúcio Leopoldo,  disse que o encontro atendeu às expectativas com o bom nível das palestras, reuniu  profissionais, políticos e gestores, mas  do que ele mais gostou foi “o reencontro com colegas que há muito não se via”.

Foram usados os  dois auditórios do PAF I- Reitor Felipe Serpa,  da UFBA em Ondina. No Auditório Nadja Viana, falou o prof. Dr. MV Pedro Eduardo de Felício sobre o tema  “A Qualidade da Carne Segundo o USDA, as Estrelas da Qualidade na Austrália e a Certificação da Raça Bovina Brasil”

A professora e pesquisadora MV Patrícia Malard ocupou o Auditório João Gonçalves e palestrou sobre “Células Tronco na Medicina Veterinária – Perspectiva e Desafios”.

Células Tronco- Terapia celular

Em sua palestra,  Dra. Malard falou do entusiasmo nos anos 90 quando se começou a pesquisar o uso de  células tronco e depois as dificuldades ao se perceber que estas células tinham uso  dirigido para  ossos, tendões e cartilagens. 

Dra. Malard assinalou em sua exposição a importância das pesquisas do britânico John Gurdon e do japonês Shinya Yamanaka, ganhadores do Prêmio Nobel de Medicina de 2012, que abriram um caminho para conseguir fazer as  células-tronco adultas quase tão versáteis quanto as embrionárias, reprogramando-as como se fossem células imaturas.

Ela explicou as questões logísticas –na Bahia sua empresa tem uma conexão na cidade de Luis Eduardo Magalhães- e as questões de custo. E ressalta:  ao saber dos custos e benefícios os tutores tem apenas uma pergunta: “pode parcelar?”, pois ficam empolgados com as possibilidades reais do tratamento.

Carne e nelore

A palestra do Dr. Pedro de Felício foi baseada em estudos e dados sobre o setor produtivo da carne.

O conselheiro do CRMV/BA, MV Paulo Emílio,  mediador da mesa redonda,  explica que  ”Dr. Pedro é um expoente da profissão, fato que nos orgulha como médicos veterinários.  Sua palestra foi muito esclarecedora quanto a ciência da carne tem evoluído no mundo. Nesse sentido o Brasil como maior exportador tem que investir significativamente  em pesquisa”.

Dr. Pedro  explicou detalhadamente questões de nomenclaturas como “Prime, Choice, Select, Standard, Commercial, Utility, Cutter”  e as  diferenças de classificação dos exportadores brasileiros, australianos, norte-americanos e brasileiros. 

O palestrante manifestou preocupação com a qualidade do produto brasileiro, pois o gado nelore, que é maioria do rebanho nacional,  tem carne mais fibrosa.  Ele assinalou que se houvesse alimentação suficiente para o rebanho de raças europeias do sul do país durante o ano inteiro, os frigoríficos locais poderiam aumentar o volume das exportações de carnes com maior valor agregado.

Prêmio Fúlvio Alice

Após as palestras foi entregue o Prêmio Fúlvio Alice para a MV Marieta Oliveira Campos, uma das pioneiras das Medicina Veterinária baiana. O CRMV/BA fez um vídeo em homenagem à trajetória da profissional.

Na sequência  foi oferecido um coquetel  na EMEVZ- UFBA.

A MV Ana Elisa Almeida teceu considerações ao final do evento. Para ela, “os objetivos foram alcançados,  tivemos um evento com palestrantes de alto nível, homenagem a uma notória profissional e momentos de confraternização com os colegas.  O CRMV/BA está sempre envidando esforços no sentido de dar condições para educação continuada dos inscritos.”

Na terça-feira, 19/09, foram entregues  75Kg de ração para  gatos e 25Kg de ração para cães que foram doados para o evento.

As fotos do evento podem ser vistas no perfil oficial do CRMV/BA.

Para lembrar
Mesa de abertura :

MV Altair Santana Oliveira – Fiscal do Ministério de Agricultura e atualmente Chefe da Divisão de Defesa Agropecuária

MV Tiago Brandão Correia – Médico veterinário/ Vereador de Salvador-BA

MV Márcia Farias – Presidente da Sociedade Baiana  de Medicina Veterinária

MV Ana Elisa Fernandes de Souza Almeida -Presidente do CRMV-BA

MV Paulo Sérgio Simões Alves Henriques- Presidente da ANCLIVEPA

MV Antônio de Lisboa Ribeiro Filho/ Diretor da EMVZ- UFBA

Sr. João Vitor Bonfim – Secretário de Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e  Aquicultura / Representado pelo Dr. Adriano Bouzas.

MESAS REDONDAS

“A Qualidade da Carne Segundo o USDA, as Estrelas da Qualidade na Austrália e a Certificação da Raça Bovina Brasil”- Dr. Pedro E. de Felício

MV Maurício Costa Alves da Silva/ Professor Tecnologia de carne – EMEVZ-UFBA

MV Tiago Brandão Correia/ Vereador de Salvador-BA

Sr. João Vitor Bonfim/ Secretário de Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aqüicultura / Representado pelo Dr. Adriano Bouzas.

MV Paulo Emilio Vinhas (Mediador)/ Professor da Unime e Conselheiro Efetivo do Conselho Regional de Medicina Veterinária da Bahia

MV Pedro Eduardo de Felício- Palestrante

MV Altair Santana Oliveira/ Fiscal do Ministério de Agricultura e  Chefe da Divisão de Defesa Agropecuária

MV Antônio Lisboa Ribeiro  Filho / Diretor da Escola de Medicina Veterinária e Zootecnia da UFBA

 

 “Células Tronco na Medicina Veterinária – Perspectiva e Desafios”- Dra Patrícia Mallard/  Executiva da BIO Cell

MV João Moreira Costa Neto/ Professor de Cirurgia de Pequenos Animais EMEVZ-UFBA

MV Irailto Wanderley Dantas/ Médico Veterinário da CLINVET – Lauro de Freitas

MV Daniela Farias Larangeira (Mediadora)/ Professora da Clínica de Pequenos Animais EMEVZ-UFBA

MV Márcia Costa Rocha/ Sócia-Proprietária da Clínica do Rancho

MV Felipe Purcell de Araújo/  Médico Veterinário autônomo – Professor da UNIFACS.

MV Patrícia Furtado Malard/ Palestante

 

 

One thought on “Médicos veterinários comemoram o seu dia com evento promovido pelo CRMV/BA

  1. Gostaria muito de poder ter ido, mas estou fora do pais . Gostaria de ter visto os colegas se mostraram mais solidários com a questão da doação de ração, principalmente se o objetivo fose doar para ONGs que recolhem animais de rua. Afinal foram mais de 200 colegas e se cada um doasse ao menos 1kg já seriam 200kg. Na minha reunião de despedida com meus amigos, apenas 13 pessoas, recebi 75kg de ração para doação em uma ONG. Talvez se nos próximos encontros o chamado para a doação de ração para ONgs que resgatam e abrigam animais de rua, for feito com mais ênfase e se apele para o espírito solidário que já deveria estar aflorado em cada médico veterinário no mundo, a arrecadação seja muito melhor. Deixo aqui minha sugestão para que o CRMV -BA seja mais ativo nestas questões de apoio e auxílio às ONGs de proteção animal em na Bahia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Duzentos e quarenta profissionais inscritos, dois palestrantes de ponta e duas mesas de discussões com alguns dos nomes mais influentes em seus setores.   O  evento, alusivo ao Dia do médico veterinário- 09 de setembro-, foi definido como um “sucesso” pelos seus organizadores após ouvirem avaliações dos participantes. O 51º encontro foi um esforço do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado da Bahia, CRMV/BA, da Sociedade de Medicina Veterinária da Bahia, do Sindicato de médicos veterinários da Bahia, da Associação de clínicos veterinários de Pequenos Animais- Anclivepa-Bahia e do Núcleo de apoio ao Ensino, Pesquisa e Extensão da EMEVZ- UFBA,  NAEPEX.

“Todo mundo gostou de tudo:  palestras, encontro e  coquetel”, diz o MV Rodrigo Bittencourt, professor doutor da UFBA e curador técnico do evento.  Ele tem experiência em organização de eventos nacionais como membro da equipe de colaboradores do colégio brasileiro de reprodução animal.

O professor da UFBA  entrou na equipe organizadora a convite do MV Rafael Teixeira, conselheiro do CRMV/BA e coordenador geral do encontro, que avaliou o resultado como satisfatório e mobilizador.

O conselheiro do CRMV/BA,  MV Lúcio Leopoldo,  disse que o encontro atendeu às expectativas com o bom nível das palestras, reuniu  profissionais, políticos e gestores, mas  do que ele mais gostou foi “o reencontro com colegas que há muito não se via”.

Foram usados os  dois auditórios do PAF I- Reitor Felipe Serpa,  da UFBA em Ondina. No Auditório Nadja Viana, falou o prof. Dr. MV Pedro Eduardo de Felício sobre o tema  “A Qualidade da Carne Segundo o USDA, as Estrelas da Qualidade na Austrália e a Certificação da Raça Bovina Brasil”

A professora e pesquisadora MV Patrícia Malard ocupou o Auditório João Gonçalves e palestrou sobre “Células Tronco na Medicina Veterinária – Perspectiva e Desafios”.

Células Tronco- Terapia celular

Em sua palestra,  Dra. Malard falou do entusiasmo nos anos 90 quando se começou a pesquisar o uso de  células tronco e depois as dificuldades ao se perceber que estas células tinham uso  dirigido para  ossos, tendões e cartilagens. 

Dra. Malard assinalou em sua exposição a importância das pesquisas do britânico John Gurdon e do japonês Shinya Yamanaka, ganhadores do Prêmio Nobel de Medicina de 2012, que abriram um caminho para conseguir fazer as  células-tronco adultas quase tão versáteis quanto as embrionárias, reprogramando-as como se fossem células imaturas.

Ela explicou as questões logísticas –na Bahia sua empresa tem uma conexão na cidade de Luis Eduardo Magalhães- e as questões de custo. E ressalta:  ao saber dos custos e benefícios os tutores tem apenas uma pergunta: “pode parcelar?”, pois ficam empolgados com as possibilidades reais do tratamento.

Carne e nelore

A palestra do Dr. Pedro de Felício foi baseada em estudos e dados sobre o setor produtivo da carne.

O conselheiro do CRMV/BA, MV Paulo Emílio,  mediador da mesa redonda,  explica que  ”Dr. Pedro é um expoente da profissão, fato que nos orgulha como médicos veterinários.  Sua palestra foi muito esclarecedora quanto a ciência da carne tem evoluído no mundo. Nesse sentido o Brasil como maior exportador tem que investir significativamente  em pesquisa”.

Dr. Pedro  explicou detalhadamente questões de nomenclaturas como “Prime, Choice, Select, Standard, Commercial, Utility, Cutter”  e as  diferenças de classificação dos exportadores brasileiros, australianos, norte-americanos e brasileiros. 

O palestrante manifestou preocupação com a qualidade do produto brasileiro, pois o gado nelore, que é maioria do rebanho nacional,  tem carne mais fibrosa.  Ele assinalou que se houvesse alimentação suficiente para o rebanho de raças europeias do sul do país durante o ano inteiro, os frigoríficos locais poderiam aumentar o volume das exportações de carnes com maior valor agregado.

Prêmio Fúlvio Alice

Após as palestras foi entregue o Prêmio Fúlvio Alice para a MV Marieta Oliveira Campos, uma das pioneiras das Medicina Veterinária baiana. O CRMV/BA fez um vídeo em homenagem à trajetória da profissional.

Na sequência  foi oferecido um coquetel  na EMEVZ- UFBA.

A MV Ana Elisa Almeida teceu considerações ao final do evento. Para ela, “os objetivos foram alcançados,  tivemos um evento com palestrantes de alto nível, homenagem a uma notória profissional e momentos de confraternização com os colegas.  O CRMV/BA está sempre envidando esforços no sentido de dar condições para educação continuada dos inscritos.”

Na terça-feira, 19/09, foram entregues  75Kg de ração para  gatos e 25Kg de ração para cães que foram doados para o evento.

As fotos do evento podem ser vistas no perfil oficial do CRMV/BA.

Para lembrar
Mesa de abertura :

MV Altair Santana Oliveira – Fiscal do Ministério de Agricultura e atualmente Chefe da Divisão de Defesa Agropecuária

MV Tiago Brandão Correia – Médico veterinário/ Vereador de Salvador-BA

MV Márcia Farias – Presidente da Sociedade Baiana  de Medicina Veterinária

MV Ana Elisa Fernandes de Souza Almeida -Presidente do CRMV-BA

MV Paulo Sérgio Simões Alves Henriques- Presidente da ANCLIVEPA

MV Antônio de Lisboa Ribeiro Filho/ Diretor da EMVZ- UFBA

Sr. João Vitor Bonfim – Secretário de Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e  Aquicultura / Representado pelo Dr. Adriano Bouzas.

MESAS REDONDAS

“A Qualidade da Carne Segundo o USDA, as Estrelas da Qualidade na Austrália e a Certificação da Raça Bovina Brasil”- Dr. Pedro E. de Felício

MV Maurício Costa Alves da Silva/ Professor Tecnologia de carne – EMEVZ-UFBA

MV Tiago Brandão Correia/ Vereador de Salvador-BA

Sr. João Vitor Bonfim/ Secretário de Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aqüicultura / Representado pelo Dr. Adriano Bouzas.

MV Paulo Emilio Vinhas (Mediador)/ Professor da Unime e Conselheiro Efetivo do Conselho Regional de Medicina Veterinária da Bahia

MV Pedro Eduardo de Felício- Palestrante

MV Altair Santana Oliveira/ Fiscal do Ministério de Agricultura e  Chefe da Divisão de Defesa Agropecuária

MV Antônio Lisboa Ribeiro  Filho / Diretor da Escola de Medicina Veterinária e Zootecnia da UFBA

 

 “Células Tronco na Medicina Veterinária – Perspectiva e Desafios”- Dra Patrícia Mallard/  Executiva da BIO Cell

MV João Moreira Costa Neto/ Professor de Cirurgia de Pequenos Animais EMEVZ-UFBA

MV Irailto Wanderley Dantas/ Médico Veterinário da CLINVET – Lauro de Freitas

MV Daniela Farias Larangeira (Mediadora)/ Professora da Clínica de Pequenos Animais EMEVZ-UFBA

MV Márcia Costa Rocha/ Sócia-Proprietária da Clínica do Rancho

MV Felipe Purcell de Araújo/  Médico Veterinário autônomo – Professor da UNIFACS.

MV Patrícia Furtado Malard/ Palestante

 

 

One thought on “Médicos veterinários comemoram o seu dia com evento promovido pelo CRMV/BA

  1. Gostaria muito de poder ter ido, mas estou fora do pais . Gostaria de ter visto os colegas se mostraram mais solidários com a questão da doação de ração, principalmente se o objetivo fose doar para ONGs que recolhem animais de rua. Afinal foram mais de 200 colegas e se cada um doasse ao menos 1kg já seriam 200kg. Na minha reunião de despedida com meus amigos, apenas 13 pessoas, recebi 75kg de ração para doação em uma ONG. Talvez se nos próximos encontros o chamado para a doação de ração para ONgs que resgatam e abrigam animais de rua, for feito com mais ênfase e se apele para o espírito solidário que já deveria estar aflorado em cada médico veterinário no mundo, a arrecadação seja muito melhor. Deixo aqui minha sugestão para que o CRMV -BA seja mais ativo nestas questões de apoio e auxílio às ONGs de proteção animal em na Bahia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.