O Manual Nacional de Fiscalização do Sistema CFMV/CRMVs foi aprovado, por unanimidade, durante a 342ª Sessão Ordinária do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV). Foi a última do ano e da gestão 2017-2020, realizada nos dias 9 e 10 de dezembro. Na ocasião, os conselheiros afirmaram que o manual, elaborado pela Comissão Nacional de Fiscalização (CNAF/CFMV), chega em boa hora para parametrizar procedimentos nacionais de fiscalização realizados pelos Conselhos Regionais de Medicina Veterinária (CRMVs). O acórdão que aprova o guia deve ser publicado no Diário Oficial da União (DOU) nos próximos dias.

“Como conselho profissional, nosso produto final é a fiscalização. Vamos modernizá-la, com inovação tecnológica e critérios objetivos voltados para o direcionamento estratégico das fiscalizações. O manual é um norte e vamos seguir avançando”, disse o médico-veterinário Francisco Cavalcanti, presidente do CFMV.

Inscrições provisórias

Em virtude da pandemia de covid-19, a plenária prorrogou novamente a validade das inscrições provisórias. A Resolução CFMV nº 1.344/2020 já tinha estendido esse prazo até 31 de dezembro de 2020 e, com a aprovação da plenária, uma nova resolução deverá ser publicada nos próximos dias, estabelecendo a data de 31 de março de 2021 como limite de validade das inscrições provisórias.

Balanço da gestão

Os gestores aproveitaram a oportunidade para avaliar os resultados alcançados pela gestão do triênio 2017-2020. “Foram muitas entregas técnicas e debates fervorosos para modernizar procedimentos e resgatar a valorização das nossas profissões”, destacou Cavalcanti. As conquistas estão descritas na matéria de balanço da gestão, intitulada “Três anos de inovação e transparência”.

A plenária apreciou, ainda, o relatório da Comissão de Tomada de Contas (CTC), o informativo sobre a Revista CFMV e o boletim financeiro atualizado do CFMV.

Participação

Como o CFMV está em transição de gestão, foram convidados, para a última plenária, os médicos-veterinários Ana Elisa Almeida e José Maria Filho, respectivamente, vice-presidente e tesoureiro recém-eleitos para o triênio 2020-2023.

A sessão foi realizada de forma híbrida e, além dos convidados, participaram presencialmente, na sede do conselho, em Brasília, o presidente do CFMV, Francisco Cavalcanti de Almeida; o vice-presidente, Luiz Carlos Barboza Tavares; o secretário-geral, Helio Blume; e o tesoureiro, Wanderson Alves Ferreira. Completaram o grupo presencial os conselheiros efetivos Cícero Araújo Pitombo, Irineu Benevides, José Arthur de Abreu Martins, Francisco Atualpa, Therezinha Bernardes e Wendell Melo, além do conselheiro suplente Fábio Holder. Acompanharam remotamente a sessão os conselheiros suplentes Antônio Guilherme de Castro e Nestor Werner.

Ao final da plenária, foi inaugurada a placa com os nomes dos diretores e conselheiros da gestão no triênio 2017-2020, que ficará na entrada da sede do CFMV.

Assessoria de Comunicação do CFMV

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.