Durante o ano passado, as autoridades de saúde de Salvador registraram 56 casos suspeitos de esporotricose em humanos.  Em animais, a maioria gatos,  o número foi maior: 289 casos suspeitos e  141 deles foram confirmados, segundo o Boletim Epidemiológico do mês de abril da  Diretoria de Vigilância da Saúde, órgão da Secretaria Municipal de Saúde de Salvador.

Trabalhando com esses números, vai ser realizado em Salvador o Encontro de Médicos-Veterinários sobre Esporotricose, no dia 23 de maio, quinta-feira, na Escola de Medicina Veterinária e Zootecnia (EMEVZ) da Universidade Federal da Bahia (Ufba), ondina, das 18h às 21h30.

Um dos palestrantes, o médico-veterinário Aroldo Carneiro, é membro da Comissão Estadual de Saúde Pública (CESP)  do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado da Bahia (CRMV/BA).  Ele  expõe a finalidade do evento: “sensibilizar os médicos veterinários que atuam na clínica de cães e gatos para que realizem o diagnóstico precoce e a notificação dos casos atendidos, além de chamar atenção para a possibilidade de resistência do fungo à terapêutica recomendada na literatura”. Recentemente o CRMV/BA fez uma matéria explicando como fazer a notificação de casos de esporotricose e Leishmaniose em Salvador.

As inscrições são gratuitas  e podem ser feitas clicando aqui.

Encontro de médicos-veterinários sobre esporotricose

Local: Escola de Medicina Veterinária e Zootecnia (EMEVZ) da Universidade Federal da Bahia (Ufba), ondina

Dia: 23 de maio de 2018

Horário: 18h às 21h30

Realização:  CCZ/ SMS

 

Ascom CRMV/BA, 08 de março de 2019

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.