A I Jornada Norte-Nordeste de Medicina Veterinária Militar foi realizada hoje (15 de junho de 2018, sexta-feira) em Salvador.

O evento foi acolhido na sede do 6º Batalhão de Polícia do Exército (6º BPE), na Av. Gov. Luís Viana Filho- Imbuí (Avenida Paralela).  

A Primeira Jornada foi coordenada pela Escola de Formação Complementar do Exército (EsFCEx), com o apoio do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado da Bahia (CRMV/BA) e do 6º BPE.

Representando o CRMV/BA a MV Marilene Caldas, secretária-geral da Autarquia prestigiou a Jornada, cuja abertura foi uma solenidade militar em homenagem ao patrono da Medicina  Veterinária Militar Brasileira – Tenente-Coronel Médico João Muniz Barreto de Aragão*, a data foi instituída pelo Decreto nº 51.492, de 13 de março de 1962, pela passagem do seu aniversário comemorado em 17 de junho.

Com apelo acadêmico, o evento atraiu cerca de 20 profissionais e 40  estudantes de universidades como Universidade Federal da Bahia  (UFBA), Universidade Federal do Recôncavo Baiano (UFRB),  Universidade Salvador (UNIFACS), União Metropolitana de Educação e Cultura (UNIME), Faculdade de Tecnologia e Ciência (FTC)  e a  Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS).

Foram ministradas cinco palestras sobre temas diversos tais como: “Rotina do veterinário em um esquadrão de Polícia Montada”. Os palestrantes foram  médicos veterinários militares da  EsFCEx,  como o Coronel MV José Roberto, do Exército Brasileiro,  do 72º BIMtz, Esquadrão de Policia Montada da Bahia e do próprio BPE.

Em conversas com os participantes após o evento, a organização recebeu muitos elogios. Alguns deles se disseram motivados a participar de seleções futuras do Exército para se tornarem médicos veterinários militares, pois os temas abriram suas percepções para a diversidade da carreira militar.

O sucesso foi tão grande, que já está sendo anunciada a segunda  edição da Jornada em 2019, abordando, entre outros, temas que não participaram desta edição, como Inspeção de Alimentos e Defesa QBRN (ações de resposta à emergência Química, Biológica, Radiológica e/ou Nuclear).

Afirma o Coronel MV José Roberto, organizador do evento “No dia 17 de junho, os médicos veterinários militares, inspirados nos exemplos e ideais de Muniz de Aragão, reafirmam o orgulho de integrar, nos últimos 104 anos, os quadros do Exército Brasileiro, das Forças coirmãs e das Forças Auxiliares. Renovam seu compromisso de continuar labutando e aplicando seus conhecimentos em prol da manutenção da saúde dos recursos humanos e dos animais de emprego militar e policial, bem como contribuir para a Defesa, a Segurança e o desenvolvimento nacional sob os auspícios do novo paradigma da “Saúde Única”, no qual se busca preservar a sustentabilidade dos padrões sanitários no meio ambiente, nos animais e nos humanos.”

Ele finaliza “ homenageamos dignamente nosso patrono que tem perdido espaço no calendário Militar e hoje por uma coincidência Divina saiu publicado no Boletim do Exército a Portaria do Comandante da Força que determina a retomada desta comemoração”.  

Fotos  cedidas pelo Coronel José Roberto.

=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=

*O Tenente-Coronel  João Muniz Barreto de Aragão, Patrono da Medicina Veterinária Militar Brasileira, nasceu em Santo Amaro  no dia, a 17 de junho de 1874.  De família aristocrata era filho do Barão de Mataripe. Se formou na Escola de Medicina da Bahia e ingressou no Exército com médico em 1901.

Faleceu  aos 47 anos em 1922,  tendo passado quase 21 anos como militar, onde lançou as bases da Medicina Veterinária no Exército Brasileiro.

=-=-=-=

15 de junho 2018

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.