Recentemente uma jiboia foi notícia em jornais, TVs e sites  em Salvador. O animal foi encontrado dentro de uma máquina de lavar roupas em um apartamento no bairro do cabula e foi resgatado pelo estudante de medicina veterinária da Universidade Federal da Bahia, João Paulo Ribeiro.

O animal era um macho de 2,25 metros, pesando cerca de 8 quilos.

Trata-se de uma espécie comum na mata atlântica que rodeia Salvador e não é venenosa.

Em sua página pessoal na rede social Facebook, o médico veterinário Paulo Bahiano, membro da Comissão de Animais Selvagens do CRMV/BA, fez um texto explicando essas ocorrências e detalhando como deve ser o comportamento das pessoas caso tenham uma experiência assim.

 

 

Em Salvador, a  população pode acionar a  polícia ambiental  pelos telefones (71) 99981-6569 ou (71) 3116-9151, (71) 3676-1132.

Boato  em Barra Grande

Após o feriado da Proclamação da República surgiu nas redes sociais um alarme falso dando conta de  “uma espécie muito venenosa” em Barra Grande (ou em Itaparica, varia conforme o emissor), acompanhado de um vídeo.

 

Enviamos o material para o Dr. Paulo Bahiano, que imediatamente detectou que o réptil  não é da fauna nacional.

O boato também foi pauta de um site brasileiro especializado em descobrir  notícias falsas.

Neste vídeo o Dr. Paulo identificou o  exemplar do boato  como uma Cerastes vipera.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.