Realizada na quinta-feira, 10 de junho, a 453ª Reunião Plenária Ordinária (R.P.O.) do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado da Bahia (CRMV/BA), resultou em importantes decisões financeiras e administrativas para a Autarquia.

Com a renúncia da secretária-geral eleita em 2018, Irenildes Costa Santos, por motivos privados,  o pleno fez uma eleição para escolher a nova titular.  A conselheira Maria Tereza Mascarenhas foi escolhida pelos pares.

Apresentando a Prestação de Contas do ano de 2020, o setor contábil da Autarquia  expôs através das demonstrações contábeis o desempenho orçamentário, explicando o que foi projetado e o que efetivamente foi realizado em um ano marcado pela pandemia. Apresentou também os resultados do exercício de 2020 através dos balanços Patrimonial, Orçamentário, Financeiro e Demonstração das Variações Patrimoniais. Após aprovados, os documentos são disponibilizados no Portal da Transparência.

O presidente Altair Santana trouxe para o pleno o calendário eleitoral, pontuando que a atual gestão termina no dia 04 de fevereiro de 2022.

Novos inscritos

Foram aprovados 14 processos de inscrição de Pessoa Física (11 médicos-veterinários e 03 zootecnistas) e  25 novas empresas. Na análise de  05 pedidos de  cancelamento de inscrição de profissionais, três deles foram aprovados e também dois pedidos de cancelamento de estabelecimentos.

Também foram discutidos a recomposição do setor jurídico do Conselho e a  remuneração para Defensor Dativo .

Na visão do presidente Altair Oliveira a reunião foi muito produtiva, “pois além da análise e pareceres aprovados de diversos processos administrativos, pudemos analisar e decidir assuntos importantes para as atividades administrativas e financeiras do CRMV, como: eleição da Dra. Maria Tereza Mascarenhas como nova Secretária Geral; aprovação do Balancete Contábil de 2020; definição do Calendário Eleitoral; decisões sobre a proposta de Acordo Coletivo dos colaboradores; mais uma discussão sobre a telemedicina veterinária; vacinação dos médicos veterinários; as atividades de publicidade de nossas profissões, dentre outros assuntos. A diversidade da pauta, é prova da intensa atividade técnico-científica, administrativo-financeira, jurídica e legislativa que atualmente permeiam a atividade analítica da diretoria e dos nossos Conselheiros, tão importantes para a fiscalização do exercício profissional e das atividades empresariais, no âmbito de nossa atuação”, detalhou o gestor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.