Percorrendo cerca de  1.300 km, o vice-presidente do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado da Bahia (CRMV/BA), médico-veterinário Lúcio Leopoldo Aragão da Silva, viajou para participar da Semana de Integração Universitária do Centro Multidisciplinar da Universidade Federal do Oeste da Bahia (Ufob), localizado na cidade de Barra, a 676 km de Salvador. A cidade fica localizada no encontro do Rio São Francisco com o Rio Grande, e devido a isso é também conhecida como Barra do Rio Grande.

Realizada nos dias  02 a 07 de março,  a atividade é a oportunidade de receber os calouros e promover a interação deles com os veteranos.  No dia 03 de março, Lúcio Leopoldo falou à comunidade acadêmica sobre  “A importância do Conselho de Medicina Veterinária para a sociedade, o estudante e o exercício profissional do médico-veterinário”

Discorrendo sobre o histórico geral, brasileiro e baiano da Medicina Veterinária, ele também abordou pontos como o estatuto e o funcionamento  do CRMV/BA, as atribuições, importância para os destinos da profissão, requisitos para o ingresso na  profissão, papel regulamentador e disciplinador e as principais Resoluções, especialmente a 1138, que é o Código de Ética do Médico-Veterinário.

“Foi produtivo, gerou discussões entre os professores e os estudantes”, disse o vice-presidente sobre a repercussão da palestra.

Diretor da instituição, Jairo Torres também concorda “O foco principal foi para os  calouros, mas  também  tinha veteranos participando, tirando algumas dúvidas, foi muito bom, muito proveitosa a vinda do professor Lúcio.”

Com mandato até 2023, Torres avalia que esse primeiro contato como “forma de estreitar os laços para futuras ideias, futuros trabalhos, algo que comentei  com Dr. Lúcio. A Universidade Federal do Oeste da Bahia está de portas abertas para o Conselho (…) somos a única Universidade  Federal aqui do oeste, uma área de grande abrangência e a gente pode servir desse apoio”, conclui.

Nota 4

Em 2019, relata Lúcio Leopoldo, a Ufob foi avaliada no conceito 04 pelo Ministério da Educação (Mec), um nota alta. 

Levado para visitar as instalações, o diretor do Regional baiano conheceu a clínica de pequenos que funciona no centro da cidade e foi informado que a prefeitura local doou um terreno para construção futura  da clínica de grandes animais distando cerca de 5km do núcleo urbano.

No centro, que tem 35 professores,  funcionam dois cursos:  Medicina Veterinária e Engenharia Agronômica. As  aulas vão começar no dia 09 de março. 

Criada ela Lei 12826, de 5 de junho de 2013, a Ufob abre 45 vagas por ano em cada um dos dois cursos, que possuem a duração de cinco anos e funcionamento presencial no período diurno.  Recentemente, alunos da primeira turma de Medicina Veterinária da instituição se graduaram e inscreveram no CRMV/BA.

O vice-presidente ainda  manteve contato com os professores, muitos deles graduados e pós-graduados pela Universidade Federal da Bahia (Ufba), onde ele leciona.  

Alcançando o Oeste e noroeste do estado, a Ufob tem campi em Barra, Barreiras (o maior deles, com 22 cursos),  Bom Jesus da Lapa, Luis Eduardo Magalhães  e em Santa Maria da Vitória.

Fotos de álbuns pessoais cedidas ao CRMV/BA.

Ascom CRMV/BA, 06 de março de 2020

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.