Até o dia 31 de agosto de 2020, profissionais e empresas podem pagar sem juros ou multas a anuidade 2020

Este ano, o prazo original se expirava no dia 31 de maio, mas devido à pandemia causada pela COVID-19,  o Conselho Regional de  Medicina Veterinária do Estado da Bahia (CRMV/BA), sugeriu ao Conselho Federal de Medicina Veterinária  (CFMV) a dilatação do prazo.

Para os mais organizados, não vale a pena deixar para a última hora: o CFMV até lançou  um aplicativo para facilitar o acesso ao Siscad em qualquer momento.  

Caso os seus dados estejam desatualizados, entre em contato com o Cadastro  de Pessoa Física e tente fazer a emissão do boleto on-line no Siscad. Mas, se  depois da atualização dos dados, a dificuldade ainda persistir, entre em contato com  (71) 9 8159-1019 por WhatsApp e solicite o envio do documento.

Vale assinalar que em 2020, o CRMV/BA passou a contar com uma comodidade oferecida pelo Banco do Brasil que possibilita o ressarcimento integral do pagamento da anuidade.

Empregabilidade

Por que pagar a anuidade? Em primeiro lugar, porque se trata de um tributo federal que não prescreve.

Mas principalmente, porque é  algo que o profissional vê o retorno  claramente.  Citando apenas alguns poucos exemplos para facilitar a compreensão: durante 2019, o CRMV/BA, entre outras atividades, esteve fiscalizando em 233 cidades e 72 distritos  e em 98 bairros de Salvador, entre as localidades mais populosas da Bahia, atingindo  86,83% das empresas em atividade.

Ao detectar, por exemplo, um estabelecimento sem Responsável Técnico, o Conselho emite um Auto de Infração, que pode virar multa, caso não ocorra a devida regularização.

Segundo dados do setor de RT, atualmente*  1.538 empresas estão com Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) em dia.  Levando-se em conta que são 6.987  médicos-veterinários e zootecnistas inscritos, mas  dessa cifra os atuantes somam  5.169 na Autarquia Baiana, o número de ARTs  válidas significa que  29,75% dos profissionais são beneficiados diretamente pela existência do CRMV/BA.

Praticamente, de cada três profissionais, um conta com o Conselho para garantir seu espaço de trabalho.  Esse cálculo simples ilustra  o papel decisivo do Conselho na vida do profissional.

Sendo RTs, médicos-veterinários e zootecnistas podem contribuir positivamente para a sociedade com a sua atuação, seus conhecimentos de Saúde Única, de Produção, de Nutrição Animal e tantos outros campos, privativos ou específicos  e distintos de cada profissão. Isso é benéfico para os animais, para as pessoas e para as empresas.  Os RTs são os garantidores da qualidade dos produtos e dos serviços dentro de uma organização, orientando os proprietários sobre ações de higiene, segurança e legislação.

A criação do Sistema CFMV-CRMVs  é para fiscalizar o exercício profissional, mas o CRMV/BA não se limita a esse papel, e dentro da lei, procura meios de fazer tudo que é possível para valorizar o profissional e as profissões de médico-veterinário e de zootecnista.

Quer saber mais? Aguarde!

Em breve vamos contar outras coisas que o CRMV/BA faz por você.

(* Dados do Siscad em 11 de agosto de 2020)

Ascom CRMV/BA, 14 de agosto de 2020

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.