Devido ao desabastecimento de vacinas em revendas e distribuidores e atendendo a um pedido da Federação da Agricultura e Pecuária da Bahia (Faeb), a Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), prorrogou o prazo da campanha de vacinação contra a febre aftosa até o dia 31 de dezembro de 2021.
Na primeira etapa da vacinação no estado, foram vacinados 93,36% do total de bovinos e bubalinos da Bahia, mesmo tendo ocorrido o mesmo problema de abastecimento de vacinas, e também o prazo havia sido dilatado no meio do ano.
Há 21 anos a Bahia tem o status de Livre da Aftosa Febre Aftosa com Vacinação, atestado pela Organização Internacional de Epizootias (OIE) e persegue o objetivo de status de Zona Livre de Aftosa Sem Vacinação até 2023.
Em todo o Brasil, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), permitiu que o prazo fosse estendido em 14 estados. A previsão nacional é imunizar 78 milhões de bovinos e bubalinos de até dois anos.
No total, o rebanho de bovinos na Bahia está em cerca de 10 milhões de cabeças.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.