30 de outubro de 2017- Por Giovanna Lopes

Na última terça-feira (24/10), o Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) participou de audiência pública sobre o aprimoramento do Sistema Nacional de Defesa Agropecuária, com ênfase em sanidade animal, na Câmara dos Deputados.

A audiência foi realizada pela Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural. E, segundo o autor do requerimento, o deputado Evandro Roman (PSD-PR), o objetivo foi reunir o governo, entidades do agronegócio e especialistas para apresentarem as suas preocupações e discutir alternativas de modernização dos serviços de sanidade animal de forma a assegurar mais qualidade e segurança para o país não passar por outra crise como ocorreu, no primeiro semestre, com a Operação Carne Fraca.

“Eu sei que o Mapa está se movimentando para isso não ocorrer mais, mas a nossa preocupação ainda é grande e temos que ter o entendimento que nós não resolvemos ou solucionamos por completo o que gerou a ação da Operação Carne Fraca”, ponderou Roman.

O médico veterinário Claudio Regis Depes, conselheiro efetivo do CFMV, representou a autarquia nas discussões e considerou o debate importante para avaliação e aperfeiçoamento do serviço de defesa sanitária animal.

“Esta discussão é uma oportunidade importante para o momento em que estamos vivendo onde há uma escassez de recursos e órgãos de execução da defesa sanitária animal”, afirmou Depes.

Claudio Depes também lembrou que, em 2014, uma equipe da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) esteve no país e avaliou positivamente o serviço veterinário na parte de defesa e sanidade animal.


Claudio Regis Depes, conselheiro efetivo do CFMV, representando o CFMV durante audiência pública na Câmara dos Deputados. Foto: Ascom/CFMV

Outras participações na audiência

Também participaram da audiência, o secretário substituto e diretores de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA); o presidente do Fórum Nacional dos Executores de Sanidade Agropecuária (Fonesa); e diretores de associações da cadeia produtiva animal: Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat) e Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCZ).

O presidente do Fórum Nacional dos Executores de Sanidade Agropecuária (Fonesa), o médico veterinário Inácio Afonso Kroetz, disse em sua apresentação que para o aprimoramento do Sistema Nacional de Defesa Agropecuária há a necessidade de alguns componentes fundamentais de serviços veterinários, como a melhoria de recursos físicos adequados a todos os níveis e acesso a recursos financeiros.


Representando o CFMV na audiência, o médico veterinário Cláudio Depes entrega ao presidente da Fonesa um exemplar da Revista CFMV. Foto: Ascom/CFMV.

Assessoria de Comunicação do CFMV

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.